Arquivo | Dezembro, 2013

Escrita digital…até onde.

20 Dez

Escrever ou relatar pensamentos nem sempre é fácil. Quando se pretende escrever sobre determinado assunto e este pode, de alguma maneira, porque isso desconhecêmo-lo, ofender ou deixar desconfortável alguma pessoa, somos a usar de várias técnicas que muito provavelmente alterarão o texto inicialmente pensado. Assim, como forma de libertar aquela ideia ou aquele pensamento, incorremos no “erro” de criar uma história “fictícia” e personagens imaginárias para lhes poder carregar, agora sim com mais incidência e menos comiseração. Em suma, alteramos novamente o que inicialmente queríamos, que era escrever sobre determinado tema.

Voltamos ao início e descobrimos que o nosso blogue, diário digital ou qualquer forma digital de escrever se revela limitativo na hora de escrever a realidade. Aceito que nem todos tenham esse problema porque nem todos somos iguais na percepção da terceira pessoa mas, para quem como eu o é, isso é limitativo e desagradável. Sim, não me incomoda que  as pessoas não venham a saber o que penso delas, sou egoísta e não dou importância a esse pormenor…distância, frieza ou qualquer outra descrição me pode ser aplicada mas isso não me importa, sou humano e através do erro aprendo e cresço. Amanhã certamente que pensarei nisso e verei este texto como uma coisa parva e sem fundamento. Até talvez o elimine, não sei.